/
/

sábado, 4 de junho de 2011

A BÍBLIA - QUE LIVRO MARAVILHOSO!

          A Bíblia é comparada a um magnífico palácio construído de pedras preciosas orientais, compreendendo 66 câmaras majestosas.
         No livro de Gênesis, nós entramos no principal átrio, onde somos imediatamente introduzidos aos registros do trabalho imenso de Deus na criação. Este átrio dá acesso às Cortes da Lei. Passando através destas vamos à Galeria de Pinturas dos livros históricos.
          Aqui encontramos pendurado nas paredes as cenas de batalhas, feitos históricos e retratos de bravos homens de Deus.
          Além da Galeria de Pinturas nós encontramos a Câmara do Filósofo - o livro de Jó. Passando através desta entramos na Sala de Músicas - o Livro de Salmos - e aqui permanecemos emocionados pelas mais agradáveis harmonias que chegam aos ouvidos humanos.
          Então nós vamos para o Escritório - o livro de Provérbios - bem no centro do qual está escrito o lema "A justiça exalta as nações; mas o pecado é o opróbrio dos povos" (Pv. 14: 34).
          Deixando o Escritório passamos no Departamento de Pesquisa - Eclesiastes - e daí para o conservatório - Cânticos de Salomão - onde nos saúda a fragrância das flores mais seletas e o canto dos pássaros.
          Em seguida alcançamos o Observatório, onde os Profetas com seus telescópios poderosos observam o aparecimento da "Estrela Matinal e Brilhante", antes do despertar do "Sol da Justiça".
          Atravessando o pátio, vamos para a Câmara de Audiência do Rei - os Evangelhos - onde encontramos quatro retratos em vida do Próprio Rei. Entramos na Sala de Trabalho do Espírito Santo - os Atos dos Apóstolos - e depois na Sala de Correspondência - as Epístulas - onde vemos Paulo e Pedro, Tiago, João e Judas ocupados em suas mesas sob a direção do Espírito da Verdade.
          Finalmente, entramos na Sala do Trono - o livro do Apocalipse - onde somos encantados pelo volume poderoso da adoração e louvor que é sempre endereçado ao Rei entronizado, que preenche a vasta Câmara; enquanto nas Galerias adjacentes e no Salão de Julgamento há retratadas cenas solenes do julgamento e cenas maravilhosas da glória, associadas com a manifestação da vinda do Filho de Deus como Rei dos reis, e Senhor dos senhores.


(Extraído da Revista Examinai As Escrituras - Estudo da Doutrina da Bíblia. O original em inglês foi publicado pela Missão SGM - Tradução: André Sávio Pinto)
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário